Seguidores

quarta-feira, 23 de março de 2011

Verdades, Amizades e Traições


Trocar de faculdade foi para mim uma ótima escolha, me proporcionou ganhos, renome e mais amigos. Na outra instituição, era cada um por si, portanto nunca houve nenhuma preocupação com a questão de em algum momento precisar afirmar que sou gay pra ninguém ali. Porque não havia nenhuma espécie de amizade, logo jamais haveria qualquer conjuntura que levasse a essa necessidade.
Nessa nova universidade as coisas mudaram, todo mundo é bastante receptivo e um cara já se tornou meu amigo logo de cara, com este já vi que tudo será tranquilo pois afirmou várias vezes sobre apoiar a causa e tal. Quanto aos demais ocorreu algo bastante inusitado: fui convidado para o time de futebol da sala, tamanho o entrosamento e estou seriamente pensando em entrar, afinal o pessoal está sendo super bacana comigo. Essa situação certamente me produzirá algumas amizades provavelmente está muito mais propenso em alguma circunstância de percurso alguém que venha a tornar-se amigo saber.
Lembro de uma reflexão que certa vez levantaram aqui pelos blogs sobre a necessidade de se anunciar a um eventual amigo (de verdade) hétero conforme a amizade avança: que existe uma perspectiva onde se você deixa a coisa maturar demais pra poder falar, ele pode sentir-se traído.
Talvez seja algo verdadeiro, basta transplantarmos a situação para um relacionamento afetivo: como você reagiria se depois de meses juntos com seu namorado, descobrisse uma omissão de algo relevante? Apenas para sintetizar uma situação hipotética: Você deu confiança a ele, portanto ele teria a obrigação em não lhe faltar com a verdade. Basta, nos colocarmos na situação pra compreender que de fato, se configura como uma omissão. Até porque hoje, uma aceitação é muito mais facilitada do que certos tempos atrás.
São arriscadas manobras desse tipo quando, não se tem uma imagem feita, pelos motivos que sabemos de cór... Por enquanto é levar naturalmente como tenho levado, se em alguma situação ocorrer uma necessidade dessa afirmação o momento dirá se é viável ou não.



*Agradeço a todos pelos comentários, emails e mensagens referentes ao post passado, que inclusive acabou sendo citado num site que ajuda a combater suicídios. Achei interesante levantarmos a questão do diálogo e orientação nesse tipo de situação, lembrando que em nenhum momento o texto foi apologético ao tema.

12 comentários:

  1. E aêh S.A.M, vim retribuir a visita e o comentário, ainda bem que entendeu o espírito da coisa. rs

    Bom lendo seu texto, percebi que sabe bem o que fazer... é isso aí deixa rolar a situação e agir conforme vão se colocando as circunstâncias.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. É, tudo irá depender da situação em que você se encontra. Eu confesso que não saio por aí falando da minha homossexualidade, mas acredito que as pessoas vão percebendo ao longo de tempo e, se a pergunta for direta, eu respondo, senão, deixa para lá... rsrs...

    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Acho que não deve interpretar como obrigação sempre ter que contar... assim como não é direito de ninguém saber. Cabe apenas a nós a decisão... abcs!

    ResponderExcluir
  4. É aquelas... Tem coisas que são que nem Yakult: já vem fermentado e pronto pra beber, mas se você esquecer lá e deixar fermentar + ainda, estraga (ouvi essa de uma amiga bêbada).

    Às vezes me pergunto se eu estou errado ou não de não dizer nada pros meus colegas de facul (que já estão virando amigos mesmo).

    Bjo e abraço, o/~

    ResponderExcluir
  5. Acho que bons amigos merecem saber sim. Todas as pessoas para quem eu contei, receberam isso muito bem, se sentiram especiais por eu ter confiado nelas para dizer isso.

    ResponderExcluir
  6. Ainda acho que o melhor é que a revelação ocorra naturalmente. Amigos fazem parte da sua vida e uma parte importante da sua vida é esta. Quem não conseguir lidar com isso, não está habilitado a fazer parte das suas amizades, não é isso?

    Bj

    ResponderExcluir
  7. Isso mesmo, bela reflexão Rafa!

    ResponderExcluir
  8. Quem é realmente amigo não se importa por vc ser isso ou aquilo. Demorar a contar verdades? num relacionamento a sinceridade deve ser desde o principio mas naturalmente a vida vai revelando o passado.. mas nem tudo precisa né? passado... é passado..importante é construir o futuro no presente..
    Com amigos... e os novos... bom.. tenha certeza.. eles sabem... sempre sabem...

    ResponderExcluir
  9. Passando por isso. Mas de uma forma que me faz ter uma visão diferente.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  10. Eu acho que não existem regras. Você vai sentir e saber o momento de dizer, se quiser dizer e se achar que deve.
    Muque de Peão

    ResponderExcluir
  11. É Luciano, acho que vamos bem por ai.

    DÊco, e como eu sei disso...

    ResponderExcluir
  12. meu blog entre; meubloseublog.blogspot.com

    ResponderExcluir