Seguidores

terça-feira, 11 de maio de 2010

Sexo de Verdade


Dizem que todo excesso ou cansa, ou mata.

Tenho a linha fastloves estes tempos, celulares a toda hora e um universo de acontecimentos rápidos e profundidade zero.
Ok. Com a gama de problemas que estou tendo ter um namorado não seria lá a melhor escolha. Mas..
Domingo, me peguei pensando no sexo com quem se ama.
Tive esses tempos, pós-namoros uma larga e continua experiencia de corpos e sensações, mas toda essa ciranda do prazer se esgota por que além dele (do prazer) chega uma hora que ela nada tem mais a oferecer.
Nessa hora não importa se o cara é um deus grego e um acrobata na cama, se aquilo que você mais precisa é de um abraço longo, um olhar firme e carinho.
As ultimas experiencias me fizeram raciocinar bastante e eu consegui chegar no ponto que "me trava" as perspectivas.
Um eles é esse. Particularmente sou alguém que é bem sedento no assunto e quase insaciável. Pra variar tenho preferencias que me facilitam um bocado com as pessoas por ai. Seria uma qualidade se as vezes este comportamento me fizesse refém de eu mesmo.
A banalização do sexo não é de todo má, mas viver sob essa hégide, transforma nossos comportamentos.
Cada um tem o seu modo de extravazar, seja carência ou necessidade e geralmente ambas culminam nisso, porém uma hora que se esgotam as possibilidades e aí a coisa, vai pro campo psicológico.
Na verdade ainda não sei identificar se é uma carência de fato. Contudo, tem coisas que somente no sexo de verdade é que você pode sentir e pode fazer. Aquele afago, aquele cheiro, o conhecimento sobre o outro corpo, as mordidas, as brincadeiras, as posições das mãos, aquele abraço no meio da "coisa" toda, o brilho dos olhos, aquela face rosada, depois de tudo aquilo olhando pra você. Tem sentimentos e expressões que somente nessa situação fazem sentido e possuem um toque, uma característica que não dá muito pra traduzir sendo realmente diferente e importante.

As vezes, a gente precisa se perder, pra se encontrar.

14 comentários:

  1. Eu só fiz sexo com amor apenas com uma pessoa. Durou dois anos e foi há 4 anos atrás. Depois disso apenas brincadeiras-sexuais-alegres. Nada mais. Agora vejo-me cansado, querendo um amor, e não apenas satisfazer minhas neessidades orgânicas. Sim, eu também acho que sexo por tesão eh uma boa idéia, mas o carinho e o pós que o sexo com o amor dá, ninguém apaga,
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Participe da campanha "Música em troca de Fraldas", que visa ajudar às crianças desabrigadas pelas chuvas no RJ:

    Bleffe no #RioUnido

    ResponderExcluir
  3. Sente-se falta do amor quando nao se há um e sente-se falta da promiscuidande em tendo um. Ou nao...

    ResponderExcluir
  4. sou 100% a favor de se perder por ai sim. é o que da vida a gente e abre as perspectivas para o que a gente nao percebe qdo ta apaixonado. fato.

    bjao.

    ResponderExcluir
  5. qdo perguntei para minha mão o que era "sesho", ela respondeu "é uma coisa muito boa, melhor ainda quando feita com amor" (e mais outras coisas, mas só isso é pertinente aqui).

    ;-)

    ResponderExcluir
  6. Aos poucos vou me inteirando deste espaço. Abração.

    ResponderExcluir
  7. Oi Sam, bom dia, tudo bem?
    Eu concordo com vc, particularmente eu ñ fico por ficar, eu prefiro me envolver com alguém que eu goste. E não quero me sentir mal, somente por satisfazer prazeres carnais. O sexo está muito banalizado hj em dia, parece q é a única coisa q as pessoas conseguem pensar.
    Obrigado pela oração, com toda certeza Deus irá nos atender. Te agradeço em nome dele e de sua família tbm.
    Q Deus possa te cobrir de bençãos por esse seu ato.
    Bjo
    :)

    ResponderExcluir
  8. ta ai uma verdade...
    teve uma vez que eu transei com um cara que gozou em 3 minutos e me deu uma revolta tão grande que fiz um escândalo e o expulsei do motel...
    ei, acho que ja te add no msn... qq coisa, being.erik@hotmail.com

    ResponderExcluir
  9. Fazer sexo bom.. com alguém que se gosta, sem pressa de nada depois, e sabendo que aquilo vai se repetir... não tem preço. Mas é um luxo... tá difícil encontrar.. Sorte aí queridão!

    ResponderExcluir
  10. A maneira como você escreve e propõe a reflexão é intensa, parabéns pelo blgo! te sigo.

    ResponderExcluir
  11. Inegável que é muito melhor quando se tem algum sentimento entre as partes envolvidas. Mesmo que não seja tão bom quanto o sexo do acrobata. Isso é realmente tão importante quando se tem muito mais do que séquiço rolando?

    Tá bom é sim! XD. Mas não tanto!

    Abraços Sam!

    ResponderExcluir
  12. ja passei por isso... passo na verdade no exato momento...
    apaixonado por um pseudohetero...
    ficando com ele ha 5 meses...
    quando transamos nao é somente o sexo em si...
    é o momento... a cumplicidade.... a troca de olhares... as palavras ao pé do ouvido nas posições e situações jamais imaginadas...
    o sussurro de "eu te amo" quando vc menos espera...
    é foda....
    "procuro um amor... que ainda nao encontrei... diferente de todos que amei..."
    a vida é cruel...
    e fala serio, ser gay é cruel demais...
    uma verdadeira provação...
    a gente sofre por dois....
    sofre sendo homem... sofre como uma mulher...
    eu juro... se eu pudesse não mais me apaixonaria por homens....
    é tudo mais complicado....
    ainda hj falava com uma amiga numa mesa de bar sobre fidelidade....
    nao mais acredito nisso...
    principalmente entre 2 homens...
    talvez pensamentos radicais.... mas naum sei naum....

    enfim... estou viajando em meus proprios pensamentos....

    bjos SAM

    ResponderExcluir
  13. A vida é melhor quando se ama não é mesmo? O sexo é só uma das recompensas.

    Bjo amigo.

    ResponderExcluir
  14. Nossa, achei maneiro seu blog, peguei essa foto para escrever no meu *-*

    ResponderExcluir