Seguidores

sábado, 24 de setembro de 2011

Manual de Saídas de Emergência

Várias vezes já nos deparamos com situações que exigem mudanças.
Aquela hora que você fica de saco cheio de alguma coisa e diz: é agora.
Por vezes, sabemos até onde estão os 'problemas' mas não sabemos como agir. Isso pode ser no trabalho, num curso, numa amizade, num namoro, num projeto e onde mais você imaginar.
As vezes, você já tentou mudar - ou mudar alguém/situação - e vê que as medidas que tomou ainda não foram suficientes. Resta assim, duas constatações: analisar se você usou todas as armas que possuía e definir o quanto a questão é prioritária ou importante na sua vida.
Se você acha que ainda não usou todas as armas, porque não ser mais enfático ou mais audacioso numa tentativa de solução? Como diz uma amiga: tá no inferno abraça o capeta! Ou, se você já abraçou, beijou e dançou conga com ele, colléague, pode ser a hora de partir pro plano B e desapegar da situação.
A gente fala em Tom de Cavalcante mas o negocio é sério: tem vezes que a gente quer salvar quem já morreu e nessas a gente ou entra no buraco ou morre junto.
O problema é que Freud conseguiu listar o ego, o superego, o ID, mas esqueceu o lado PQP da nossa consciência que fica atravancando a gente pra trás em um monte de decisões que precisamos tomar por medo.
Esse lado é aquele que fala no nosso ouvido com voz de Freddy Mercury prateado repentindo mantras do tipo: "se você pedir demissão não vai mais arranjar emprego", "se você largar ele vai ficar solteiro", "se você falar assim vai magoar a sua amiga"... [ se você não pegou o feeling, clica aqui e depois releia a frase que você vai pegar ]
Nessa hora, ás vezes (falo as vezes porque tem gente que não sabe o que é senso) é válido apertar o foda-se e dizer umas coisas pra ver logo se a gente conserta a situação ou se o barraco pega fogo logo e acaba a palhaçada. Quem sabe nessa hora você descobre que nem emprego, nem o namorado, nem a sua amiga eram pra você?
Medo é o pior carma que existe. E nem você com um cheque de 500 reais na sessão do descarrego consegue se livrar.
E não amigo leitor, eu não estou brincando!

17 comentários:

  1. O medo realmente é terrível, e as vezes acaba impedindo de sermos sensatos e racionais. Coragem e atitude S.A.M.

    ResponderExcluir
  2. Meu caro, eu não tenho como gostar mais do que você escreve. Eu agradeço por cada um dos seus posts, de verdade.

    Este, em particular, vou imprimir e pregar em local visível. Pra reler todos os dias até tomar vergonha na cara e me permitir ser uma pessoa ainda mais feliz.

    Mais uma vez, muito, muito obrigado.

    ResponderExcluir
  3. O que está morto tem q ser enterrado ... o q precisamos é coragem ... qto mais nos acomodarmos mais sofremos e perdemos o trem da vida ...

    Chuta o balde querido e bora viver e ser feliz ...

    bjão

    ResponderExcluir
  4. Uma das coisas que ajudam um pouco a superar qualquer medo é a certeza de que existem amigos que nos ampararão, no matter what. E esses você tem.

    ResponderExcluir
  5. Querido:

    Somos obrigados pela vida muitas vezes a mudar o rumo das coisas e repensar coisas, pessoas e valores. Na crise se cresce.
    Abraços e linda semana.

    ResponderExcluir
  6. Acho que essa reflexão em si pressupõe uma crise e crise sempre é reconstrução. Boa sorte e me add no msn!

    ResponderExcluir
  7. A gente pensa meio igual amigo. Nessas horas, já temos tudinho desenhado na nossa cabeça e já sabemos como vai ser.

    A gente só não sabe qual vai ser a palavra ou atitude do outro, que vai disparar nossa reação radical.

    Beijão!

    ResponderExcluir
  8. olá, vim pra cá por meio do Humberto. Sam, parabéns viu! Eu comecei a me preocupar mais comigo de uns tempos pra cá, a me importar cmg, a me dar a chance de achar que tenho bons valores e que só a outra pessoa não enxergar isso o errado é ela. Abraço. T seguindo já.

    Mr. TV

    ResponderExcluir
  9. e num é que é verdade? acho que todo mundo passa por isso quase sempre. Eu, por exemplo, to nessa.
    preciso mudar umas coisinhas urgentemente na vida. E to cuidando disso.
    bjo S.A.M.

    ResponderExcluir
  10. "Coragi' pra luta. O medo faz parte de todo mundo, mas concordo que não devemos usá-lo como meio de fuga.
    Olha, a postagem de hoje lá do IdG tem a ver com o seu blog. É 1 surpresa e espero q goste.
    Bjaum.

    ResponderExcluir
  11. Quem vive com medo, vive pela metade ..
    Só isso basta!!

    Abraço
    Eric
    http://avidasemascaras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Eu fico um tantico assustado quando concordo com você.
    Sinto até placas tectônicas se rearranjando e prevejo uma colisão...
    Medo.

    ResponderExcluir
  13. belo texto.
    sempre vale a pena arriscar!

    ResponderExcluir
  14. oi amigo
    é minha vida tem sido cheio de foda-ses continuos ultimamente tirando que eu tenho que estudar e dar umas saidas misteriosas as vezes...
    tenho novo post.
    beijos
    calvin

    ResponderExcluir
  15. Eu ia comentar em outras palavras o que o Bratz sabiamente disse... Então, escuta esse nosso guru, vai!! Abraços!!

    ResponderExcluir
  16. Tenho vivido o lado de quem não quer deixar de lado algo que talvez já tenha acabado, mas ainda tenho regado esperança. Esses dilemas que ficam na mente...ai ai. esse texto valeu muito. Abs,

    ResponderExcluir